Just another WordPress.com site

Folha SP

A Rede Sustentabilidade conseguiu nesta quarta-feira (4) o registro de seu nono diretório estadual, no Amapá. A oficialização dos órgãos partidários em ao menos nove Estados é uma das exigências para que o grupo consiga obter o registro de partido político.

Agora, resta à Rede cumprir a segunda exigência da legislação: apresentar ao Tribunal Superior Eleitoral 492 mil assinaturas de apoio validadas por cartórios eleitorais.

Em balanço divulgado nesta quarta, a Rede diz ter conseguido validar 345 mil fichas de apoio. Outras 180 mil aguardavam análise de cartórios, segundo o partido. O grupo tem se queixado de que a Justiça Eleitoral não analisa as assinaturas dentro do prazo legal, de 15 dias.

Ontem, o grupo conseguiu seu registro em Goiás. Também foram certificados órgãos em Santa Catarina, Tocantins, Piauí Rio Grande do Sul, Rondônia, Acre e Mato Grosso do Sul.

A Rede é o partido que a ex-senadora Marina Silva trabalha para criar e pelo qual pode concorrer à Presidência em 2014. Como a legislação eleitoral exige que os candidatos estejam filiados ao partido ao menos um ano antes da disputa, o grupo precisa obter seu registro até o início de outubro para que ela possa se lançar ao Planalto.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Tag Cloud

%d bloggers like this: