Just another WordPress.com site

Diário do Poder

Considerado um dos maiores documentaristas do país, o cineasta Eduardo Coutinho, 80 anos, foi assassinado a facadas neste domingo (2) em seu apartamento, na Lagoa, zona sul do Rio.

eduardo coutinho 01 cópia

Coutinho, autor do documentário “Peões”, sobre Lula

O principal suspeito é o filho dele, Daniel, que teria problemas mentais. Coutinho produziu o documentário “Peões”, sobre a trajetória do ex-presidente Lula.

A mulher de Coutinho também foi ferida e está internada no Hospital Miguel Couto, assim como Daniel. O caso está na Delegacia de Homicídios.

Coutinho filma desde 1966 e é conhecido por filmes como “Cabra Marcado para Morrer”, considerado sua obra-prima, “Edifício Master”, “Jogo de Cena” e “Babilônia 2000″. Em 2007, o cineasta foi premiado com o Kikito de Cristal. Em junho passado, foi convidado, junto com José Padilha, a integrar a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, responsável pela premiação do Oscar.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Tag Cloud

%d bloggers like this: