Just another WordPress.com site

Banda B

O vereador Rogério Campos, do PSC, falou nesta segunda-feira (9), na Câmara Municipal de Curitiba (CMC), sobre uma discussão que teve com a vice-prefeita  da capital, Mirian Gonçalves, do PT. O bate-boca aconteceu no último sábado (7) durante o atendimento aos afetados pela enchente no bairro Tatuquara. Campos diz ter sido ameaçado pela petista e postou o vídeo na rede social facebook. A Prefeitura de Curitiba, por meio de nota, se recusou a responder a denúncia do político, alegando que o foco principal neste momento é ajudar aos que precisam. Já os vereadores da CMC não descartam abrir uma sindicância para apurar o que aconteceu.

discussao

Campos de branco e roxo, discutiu com a vice-prefeita, de costas (Foto: Reprodução)

câmara hoje sobre isso e ainda não sei ao certo o que fazer sobre a ameaça da vice-prefeita, a quem sempre respeitei”, concluiu. Nas imagens, não é possível comprovar se de fato isso foi dito por alguém da administração municipal.

Campos explicou, em entrevista à Banda B, que estava desde o início da manhã ajudando os afetados pela chuva, quando a vice-prefeita chegou. “A tempestade baixou e ela veio, com isso, naturalmente, a população se movimentou. Um rapaz questionou porque ninguém da administração municipal tinha aparecido ali. Enquanto a Mirian respondia, o responsável pela regional veio e acusou um assessor meu de usar um colete da Defesa Civil, o que iniciou a discussão”, contou o vereador.

Segundo Campos, o seu assessor, que seria cadastrado na Defesa Civil, se recusou a tirar o agasalho enquanto ajudava as pessoas. “O rapaz falou para a vice-prefeita que era um assessor meu e ela disse que isso ia ter troco e me mandou baixar a bola. Quando eu estava saindo, ela ainda me deu um tapinha nas costas. A revolta parece ter acontecido por eu estar ali antes da própria prefeitura”, afirmou.

No fim do vídeo, que pode ser conferido  uma pessoa, que o vereador diz ser ligado à prefeitura, teria feito um comentário que teria irritado a população. “Ele disse para a população se ‘lascar’ e a reação foi a que pode ser vista nas imagens. Lamentável tudo o que aconteceu.

A Prefeitura de Curitiba enviou uma nota sobre a discussão:

A Prefeitura trabalha em conjunto com a Câmara Municipal, inclusive no atendimento aos atingidos pela cheia. Esta é a prioridade. Incidentes que possam ser gerados pela tensão natural desse momento de risco não devem desviar o foco do problema central, que é socorrer as pessoas e melhorar as defesas contra as próximas enchentes.

Confusão na sessão

Durante a sessão da CMC, alguns vereadores cobravam que o vídeo da discussão fosse colocado no telão. Como o presidente, o vereador Paulo Salamuni, do PV, preferiu encerrar os trabalhos, outro vereador, o Pastor Valdemir (PRB), ficou revoltado e discutiu com Salamuni, precisando ser contido por outros parlamentares.

.

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Tag Cloud

%d bloggers like this: